Verdade ou fição?

21 Aug

invisivel recortada

Mais um livro a ocupar este espaço de inspiração. Desta vez Invisível, de Paul Auster. Penso tratar-se do décimo quinto romance do autor norte-americano. Foi lançado em 2009, e é, provavelmente, um dos seus melhores.

A escrita é fabulosa. O enredo absolutamente empolgante e imprevisível, pois apesar do mistério que se instala logo no princípio, com o encontro de Adam Walker, o protagonista, e o enigmático casal Rudolf e Margot, jamais podemos antecipar os acontecimentos que nos vão guiar até ao final.

Estamos em 1967. Adam é um jovem universitário aspirante a poeta. Rudolf um misterioso professor universitário. E Margot a sua namorada. Apesar de prever uma qualquer desgraça resultante daquela relação insólita, Adam não consegue escapar ao perverso triângulo amoroso que se forma entre eles e mais à frente o arrastará para uma inesperada situação de violência.

Afinal quem é Rudolf? O que é que é verdade e imaginação na vida de Adam Walker? No final, talvez caiba a cada um de nós resolver este enigma, contado por três narradores distintos através de diferentes tempos narrativos.

Uma história perturbadora, inquietante. Que acontece entre 1967 e 2007, se revela entre luz e sombra, e nos revela as grandes preocupações da época como a Guerra do Vietname, a colonização francesa na Argélia e na Indochina, e a Guerra Fria.

Eu li Invisível, de Paul Auster em dois dias. Simplesmente não conseguia parar.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: