A arte de bem decidir

16 Dec

TDecidir

Apesar da maior parte das tomadas de decisão “serem muito automáticas”, como afirma a psicóloga Catarina Rivero, há muitas situações em que vale a pena “parar e refletir sobre as diferentes possibilidades” que se apresentam.

É bom compreender o que estamos a sentir nesses momentos e considerar o que nos move em cada decisão, garante. Posto isto, a psicóloga explica o que poderá ser útil na arte de bem decidir:

• Evitar decisões no calor do momento

• Compreender os valores que o/a movem nessa decisão concreta

• Considerar a importância da decisão e resultados (para si)

• Identificar as expectativas e o seu significado

• Identificar o impacto da decisão a nível individual e relacional

• Considerar os seus padrões habituais de pensamento e ação, seus benefícios e limitações

• Ter presente a sua experiência passada em outros processos de decisão em que se tenha sentido satisfeito

• Ter presente aprendizagens feitas em outros momentos de tomada de decisão, em que o processo tenha sido menos do seu agrado

• Considerar as diferentes perspetivas da situação – pelo que poderá ser útil conversar com outras pessoas

• Agir de acordo com a estratégia que, após a reflexão e partilha, sentiu ser a mais adequada.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: