O prazer de um prato de esparguete!

9 Apr

O jantar

Os meus ‘pecados’ alimentares não são frequentes. Nem significativos. Como dizem os meus amigos, na verdade não chegam a ser verdadeiros pecados. Ficam na ordem dos pecadilhos. Senão vejamos: como hambúrgueres do MacDonalds duas a três vezes por ano, praticamente não consumo carne vermelha, e a maior parte do tempo consumo alimentos biológicos [É claro que não vamos falar de chocolates, porque aqui eu tenho dificuldade em controlar-me. Gosto de chocolate. Negro. Muito. Muito!] Mas quando me apetece um destes pratos, simplesmente tenho de o comer. Ávida e selvaticamente, confesso. Hoje andei lá perto. Já em casa, dê por mim a pensar que me apetecia comer ‘qualquer coisa diferente’. Não sabia muito bem o quê! Mas decidi perentória que não ia voltar a sair. Optei por este prato simples de esparguete de quinoa e de tomate, queijo de cabra, manjericão e um fio de azeite. Igual prazer, sem a sensação de pecado.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: