Um pouco de campo na cidade

25 Nov

O campo na cidade

É tudo o que eu gosto: viver na cidade a atravessar jardins, encontrar lugares onde possa respirar. São espaços que me lembram o campo, que me emprestam por minutos a sensação de repousar o olhar num bocado de paisagem verde, sem ter de atravessar a escuridão da noite – que de tão bela é sublime, e que de tão sublime é insuportável. Faz doer cá dentro, não sei muito bem onde?! Talvez doa tudo. Gosto do campo, mas não sei viver com ele. Estou condenada a este amor assim, eu e ele. Vemo-nos às vezes, quando volto ao Alentejo. E, então, vivemos dias intensos. Mãos nas mãos, olhos nos olhos, até à dor. Então, sei que tenho de partir, de voltar. Gosto do campo, mas porque não sei viver com ele, procuro-o aqui na cidade. Às vezes encontro-o. E, então, segredo-lhe os meus dias, sussurro-lhe os meus desejos. Com esperança que o vento possa soprar para sul. Quem sabe numa outra vida, esse amor não possa realizar-se? Quem sabe se é tão belo assim porque impossível?

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: