Archive | March, 2015

Tempo de Páscoa

31 Mar

Páscoa

Últimos dias de março, cheios de sol. Um sol redondo, amarelo, que agora entra pela minha janela e fica até mais tarde. Convida-me à preguiça. O meu corpo ainda não se adaptou à mudança da hora, três dias depois. Tenho sono a horas estranhas. Tenho fome a desoras. Pulo as refeições, dormito no sofá. Mas nada disso importa! Continue reading

A começar a semana com novo sabor

30 Mar

iogurte soja amendoa

A semana começa assim, a experimentar o novo iogurte de soja com sabor a amêndoas que adicionei à melhor granola do mundo – a da Jordans, para mim. Provei e conclui que ficava ótimo. Continue reading

Mais um dia de papas

25 Mar

Papas e xarope de açaí

Foi ao almoço, fora de horas: mais umas papas de aveia. Desta vez cozi os flocos em água e leite magro, uma medida dos primeiros para duas medidas dos segundos, e uma mão cheia de sementes de goji. Com a mistura morna vertida numa taça, criei uma camada com rodelas de banana, tâmaras picadas e sementes de girassol. Continue reading

Acabei de ler ‘Jovens Corações em Lágrimas’

23 Mar

R Yates

Quando estamos quase a simpatizar com o jovem casal Michael Davenport e Lucy Blaine (ela é rica, ele ambiciona uma carreira literária) Richard Yates dá-nos a volta. A mudança de tom na descrição das personagens principais de Jovens Corações em Lágrimas leva-nos perto da aversão, por vezes. Continue reading

Dia de panquecas

22 Mar

Panquecas

E foi assim, esta manhã, porque é domingo: panquecas simples quentinhas (1 ovo, 1 chávena de farinha, 1 chávena e meia de leite magro), recheadas com mel de rosmaninho e canela. Acompanhei com uma enorme caneca de café preto. Tudo sem pressas, porque o dia é de preguiça.

Primeiro dia de primavera.

20 Mar

 

Primavera, o primeiro diaChegou assim, com muitas caras, a primavera. E com um eclipse que eu não vi. De manhã atravessei Lisboa ao sol, tive calor a sério, perdi-me numa multidão que não é habitual. Princípio de férias nas escolas, ou apenas alunos nas ruas a festejar a chegada da nova estação? Turistas à descoberta da cidade em várias línguas. Cor, som, vida. Continue reading

Não almocei, petisquei

19 Mar

lanche da tarde

É o tipo de lanchinho perfeito quando não almoço. Delicioso e muito equilibrado, para comer com o tabuleiro nos joelhos. E hoje foi um desses dias, entretida e encantada que estive à volta de ‘um brinquedo novo’. Continue reading

A começar o dia assim

18 Mar

aveia e frutos

Há muito tempo que não comia umas papas de aveia ao pequeno-almoço. Hoje voltou a apetecer-me com quase tudo – cenoura, tâmaras, sementes de goji, canela, abacaxi, nozes, avelãs tostadas e sementes de girassol. Continue reading

De novo a chuva!

17 Mar

Outra vez a chuva

É claro que eu sabia que os dias mornos de sol não tinham vindo para ficar, mas depois dos que tivemos por estas terras lusas – e que aproveitei intensamente passeando por jardins, caminhando à beira do rio e fazendo do último domingo um maravilhoso dia de praia –, não me apetecia voltar a ver o céu cinzento e a chuva.  E menos ainda voltar ‘à roupa de inverno’, que é o mesmo que dizer à gabardina e ao chapéu de chuva. “Que chatice!”, não consegui evitar, quando manhã cedo saí para o ginásio e vi que não tinha outra alternativa. Continue reading

Dia perfeito perto do mar

15 Mar

Março a florir. O sol na cidade. O rio já não basta. Há uma nova urgência. Agora de ver o mar, regressar à praia. De voltar aos lugares que nos fazem bem, tranquilizam, nos animam e purificam, nos dão energia. Continue reading

%d bloggers like this: