Tarde na Gulbenkian

1 Apr

Expos. fotografia

Exposiçao fotografia

Voltei ontem à Gulbenkian. Desta vez para ver a exposição Modernidades: Fotografia Brasileira (1940-1964), que nos traz o olhar de quatro fotógrafos sobre um país em crescimento, à boleia de uma extraordinária industrialização, imigração e reafirmação de novos meios de comunicação. Um único brasileiro, José Medeiros, cujo trabalho é de um enorme realismo (o que não é de admirar, visto tratar-se de um fotojornalista.). Retratos de indígenas e rituais de candomblé são alguns dos temas deste excelente legado. Um dos que mais gostei, a par do trabalho do húngaro Thomas Farkas, que é considerado um dos pioneiros da moderna fotografia do Brasil, e que aqui nos traz brilhantes cenas de família e cenas de rua. O francês Marcel Gautherot fotografou a floresta e a arquitetura sobre a água. E o judeu alemão Hans Gunter Flieg demorou o olhar sobre a indústria, as máquinas e as linhas de produção – são sobretudo interiores. A ver até 19 de abril.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: