Céu azul, vento fraco

30 Apr

Carnide - zona verde

Quinta-feira por outros caminhos para celebrar o sol suavemente quente. Mudo de rota no regresso a casa para quebrar a rotina e ver ou rever outros recantos bonitos da cidade. Não me canso de explorar Lisboa!

Abril despede-se com céu azul, numa beleza que não viveu a maior parte do tempo. Um sopro de perfume, cheira às flores que crescem nos jardins Carnide. Hoje passei ao largo do lado histórico, com as ‘portas’ que nos conduzem para um mundo antigo – de casas térreas e praças e coreto – à minha esquerda. As árvores e os arbustos desenham formas na calçada, atravesso-a entre prédios altos. Ao longe as buganvílias debruçam-se nos muros das casas brancas dando graça ao recorte no horizonte.

Amanhã sou capaz de voltar para alcançar o coração deste bocado de terra. Se o primeiro de maio me permitir. A previsão do tempo não é animadora: calor com chuva. Mas logo penso nisso amanhã. Se não tiver que abrir o guarda-chuva talvez me decida!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: