Aqui já é (quase) Natal

7 Dec

 

?

O frio lá fora. Manhãs de nevoeiro. Uma nova humidade todos os dias. Fico a imaginar a cidade sem cortinas brancas ou cinzentas, antes de me aventurar à rua. Atravesso corredores de árvores e respiro. Respiro profundamente a atmosfera gelada da manhã perfumada de dezembro. Hoje. Sinto-a entrar-me ossos adentro e gosto desta sensação de vida.

Cá dentro da casa, o calor da casa. O calor dos livros e da música, das velas e do chá, de um copo de vinho ou do cacau quente com especiarias, do não fazer nada enroscada numa manta de lã, de conversas que chegam pelo ar. Neste canto quentinho, vou desenhando palavras até ao cair da noite. E de noite-madrugada adormeço, depois de educar os sonhos. Às vezes obrigo-os a trabalhos de casa intensivos antes de irmos para a cama, em forma de escrita de palavras: ‘esperança’ é a mais repetida numa folha branca – quase sempre de trinta a cinquenta vezes.

E agora que já é quase Natal convenço-me que tudo é possível. Tempo de milagres. Atmosfera que inspira!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: