Caprichos de maio

13 May
?

Maio: manhã de chuva

Manhãs de chuva, fins de tarde de sol. Vão assim os dias de maio, nos extremos. Tempo instável! E assim vai também o meu humor, inconstante. Não sei quem influência quem. Andamos lado a lado, a compasso, quase a despique.

Ele (maio) insiste nesta torrente de água e céu cinzento-escuro que nos transportam para um cenário de inverno, por vezes deprimente – pois já temos sede de sol e mar, pés nas ondas e na areia. O verão torna os desgostos mais suportáveis.

Por isso, quando ao fim de cada dia o sol aparece tenho esperança. E, mesmo sem querer, fantasio o dia seguinte. Há dias, a noite trouxe relâmpagos e trovões, e aí eu rendi-me porque gosto de tempestades.

Mas são escassos os momentos de prazer com planos de inverno ao fundo! Não quero este tempo que me usurpa qualquer coisa cá dentro. E, no entanto, andamos tão a compasso!

Não sei mais quem começou esta corrida, se a primavera se eu?! Independentemente disso, caminhamos os dois, instáveis: a primavera entre a chuva da manhã e o sol da tarde, eu entre o desalento e a expetativa.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: