Paraíso e Inferno

9 Sep
?

Paraíso e Inferno, de Jón Kalman Stefánsson

Li recentemente Paraíso e Inferno (Cavalo de Ferro), o primeiro volume da trilogia do escritor islandês Jón Kalman Stefánsson e já só penso em comprar o  seguinte.

É um livro magnífico! Lê-se quase num fôlego este romance intenso e sublime sobre as grandes questões da existência que é também um cântico ao poder libertador da amizade, pois  como pode ler-se logo no capítulo II “o Inferno é ter braços mas ninguém a quem abraçar”.

São cento e setenta e cinco páginas absolutamente envolventes, cheias de palavras e expressões por vezes roubadas à poesia, para descrever a morte e a vida, a tragédia, a solidão e a amizade.  É a história de um jovem pescador que assiste à morte por hipotermia do seu único amigo, na sequência de uma severa tempestade que acontece quando pescavam ao largo da Islândia.

Dececionado com a indiferença dos restantes companheiros face à tragédia, o rapaz arrisca-se nas montanhas geladas pelo inverno para chegar à cidade próxima e entregar a um capitão cego o livro que este emprestara ao seu amigo – e causa da sua morte. Trata-se do Paraíso Perdido, de Milton.

O perigo e as dificuldades da viagem não dissuadem o rapaz que já resolveu juntar-se a Bárdur, ou seja suicidar-se. Mas uma vez na cidade, um inesperado interesse pelas histórias e vidas dos seus habitantes levam-no a decidir que ainda não chegou o momento. Resolve viver. Pelo menos por enquanto!

Espero que gostem!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: