Sigo o arco-íris

14 Dec
?

O arco do triunfo depois da chuva

A pé, manhã cedinho, de regresso a casa. Hora e meio de treino cumprido, aquela dor nos músculos que sabe bem e o frio no rosto a reforçar a sensação. Aconchego o lenço de lã, de qualquer forma! Força do hábito, talvez. Os dedos continuam desnudados à procura da temperatura das horas.

Atravesso o jardim, a familiaridade antiga com todos os recantos, as folhas das árvores sacodem-se da chuva intensa que caiu durante a noite. São gotas redondas, muito líquidas, que lembram lágrimas, ao encontro do chão avermelhado do fim do outono.

Céu azul com nuvens brancas em vésperas de natal! Ninguém diria que choveu tanto de madrugada, não fosse um maravilhoso arco-íris! Daqui vejo-o sobre o longo muro que contorna a estrada, guiando-me o olhar.

 Se pudesse ser só eu e a Natureza, enquanto duram estes estados de alma! Manhãs e noites sublimes de nascer do sol e de crepúsculo, de cheiro a mar, de prados verdes e cheiro a terra.

Sigo o arco-íris até casa. ♥♥♥

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: