Atravessando a Luz

14 Feb

a-noite-na-luz-1

a-noite-na-luz-2

a-noite-na-luz

Já conheço de cor este jardim (da Luz). Manhãs cedinho, a todas as horas. E à tardinha também. Na Primavera e no Verão, no Outono e no Inverno. Preferi-o na Primavera e no Outono. De ver as hortenses florirem e as folhas das árvores caírem criando tapetes vermelhos no chão. No Verão, só quando o calor se acalma, então a hora é linda e a respiração aquieta-se.

Agora ando-lhe a descobrir os cantos à primeira hora da noite (no regresso do ginásio). Mas as sombras não deixam fotografar-se. O resultado são pontos luminosos de muitas cores à volta do jardim. Enfeites recortados, conseguidos no reflexo das luzes brancas dos candeeiros nas árvores, nos faróis dos carros que passam…

O resultado são ‘quadros’ abstratos que não chegam para identificar o jardim. Podia ser qualquer outro lugar. Mas ainda assim é bonito o retrato! Sublime.

À noite, é preciso sair do coração do jardim para identificar a Luz em fotografia. E que melhor ícone do que este, o muro da magnífica casa eclesiástica que por ali mora, àquela hora banhada de luz (foto do meio) ?! ♥♥♥

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: