Respirar. Uma vez e outra

14 Mar

Manhã para respirar devagar

Às vezes basta isto: respirar profundamente mas  devagar sentindo cada respiração no corpo que se transforma às entradas e saídas do ar sucessivas. Olhos abertos, olhos nos olhos com a paisagem e com a longura. Inspirar e expirar o ar da manhã (ou da tarde, ou da noite) em qualquer lugar, sozinha ou na multidão.

Respirar de forma consciente tem a capacidade de acalmar-me como uma reza. Uso as duas para controlar-me, recuperar a força e a coragem.

A primeira (respirar devagar) ajuda-me ainda a aproveitar o momento – sem ontem nem amanhã, apenas eu aqui e ali nessa fração de tempo e a beleza do que me rodeia ou o prazer da atividade em que me envolvo. Tem ligação direta à gratidão. A segunda (rezar) ajuda-me a ter esperança no futuro. Tem a ver com crenças numa justiça divina. Desloco-me nos opostos, passo os dias à procura do equilíbrio! ♥♥♥

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: