Tag Archives: anti-aging food

Alimentos antioxidantes

30 Sep

anti-aging 1 recortado

Para encerrar o ciclo anti-aging, fica o exemplo do que pode ser um dia a comer de forma saudável, dando ao organismo um vasto leque de nutrientes com poder antioxidante.

Para obter o efeito antienvelhecimento os alimentos tem de ser de origem biológica, conforme recorda a dietista Rita Seno Valentim, que criou este plano alimentar:

Sugestão:

Em jejum, beber um copo de água mineral natural

Pequeno-almoço

2 colheres de sopa de flocos de aveia integral com 1 colher de sobremesa de sementes de linhaça, 1 colher de sobremesa de bagas de goji e 5 mirtilos, com 250 ml de bebida de soja natural biológica

Merenda da Manhã

Chá verde de origem biológica e ½ toranja

Almoço

2 conchas de creme de hortaliças sem adição de caldos artificias

80g de frango assado no forno aromatizado com alecrim, 4 colheres de sopa de arroz integral com grelos, e ¼ prato de salada de tomate e cebola roxa temperada com um fio de azeite

20ml de vinho tinto ou água

100g de uva preta de origem biológica

Merenda da Tarde 1

3 tostas de centeio com sementes de sésamo e 1 iogurte biológico

Merenda da Tarde 2

4 miolos de noz

Jantar

2 conchas de creme de hortaliças sem adição de caldos artificiais

80g de salmão grelhado com 100g de batatas cozidas e ¼ prato de brócolos cozidos, tudo temperado com azeite balsâmico

Chá rooibos de origem biológica

Ingerir 2l de água mineral ao longo do dia

Advertisements

Comer para atrasar o envelhecimento

25 Sep

anti-aging recortada

É possível combater os efeitos da passagem do tempo, por dentro e por fora, através da alimentação. Isto é, de uma dieta equilibrada que contenha os alimentos cuja composição contribua nesse sentido.

De acordo com a dietista Rita Seno Valentim, estão incluídos neste grupo: cacau, vinho tinto, frutos vermelhos (incluindo tomate) frutas cítricas e abacate, frutos secos (noz, bagas de goji e açaí), legumes e vegetais em particular os de folha verde, cereais integrais, leguminosas como o feijão vermelho e o preto, chá verde, sementes de linhaça e peixe.

O efeito anti-aging destes alimentos “fica a dever-se à sua riqueza em nutrientes específicos que lhes conferem poder antioxidante – o zinco, o selénio, o magnésio, as vitaminas do complexo B, a vitamina A e os omégas 3-6-9”.

Mas para esta riqueza se manter intacta, os alimentos devem ser de origem biológica, assegura.

De qualquer forma é importante ter uma alimentação variada, pois “mesmo o que é considerado saudável, pode causar danos no organismo quando consumido em excesso”.

A dietista diz que o ideal é seguir um “plano alimentar onde a combinação dos alimentos esteja de acordo com as necessidades de cada pessoa”, combinando-o com a ingestão de água, a prática de exercício físico e o descanso.

Sempre que se juntam cuidados alimentares com a prática de exercício físico, os resultados saem reforçados.

Em matéria de alimentos a evitar, a resposta é perentória: “todos os que são considerados desequilibrados nutricionalmente contribuem para o mau estado do organismo, o que leva a um maior desgaste e naturalmente à aceleração do processo de envelhecimento”.

%d bloggers like this: