Tag Archives: doce de morango

Bom dia Verão

21 Jun

panquecas+abacate+chia

Há muito tempo que isto não acontecia, mas foi bom! Foi bom acordar mais tarde – já eram 10h 45 –, e não ir ao ginásio. [Às vezes também preciso transgredir. Não posso ser tão exigente comigo própria, o tempo todo.] E acolher o primeiro dia de Verão, embora instável, um pouco cinzento, com cerimónias e máxima concentração. Abrir a janela e respirar devagar, sentido fisicamente esse movimento. É como se meditasse, só que de olhos abertos, pois não quero perder cada pormenor desta manhã primeira de uma nova estação. A dança da Natureza. [Tenho a vantagem de ter casa com vista para um pequeno jardim. Quando as árvores se espreguiçam, os seus braços quase chegam ao parapeito da minha janela]. E depois, a um ritmo igualmente lento, sem pressas, preparar um pequeno-almoço especial. Em modo ‘com fome de guloseimas, continuação, e ao mesmo tempo quero criar um prato bonito e colorido para abraçar o Verão’, acabo por eleger as panquecas simples de sempre que faço em 15 minutos. Junto uma chávena de farinha, outra de leite magro e um ovo para obter a massa. Recheio com o meu doce de morango ‘homemade’. Porque é um dia especial, sirvo-as com gomos de abacate e sementes de chia. Acompanho com uma boa caneca de café preto, bem forte, pois não há melhor conjugação. Bom dia Verão.

Gula pura!

20 May

Gula

Isto é o que eu chamo o verdadeiro pecado da gula. E acabei de cometê-lo. Hoje. Neste mesmo momento. Depois de um caldo simples de legumes, servido numa pequena malga, caí em tentação e devorei este prato de requeijão de cabra, de Seia, com amêndoas torradas e três colheres (bem servidas) de doces caseiros (feitos por mim) –  de morango, de abobora e de limão. O regresso do ‘inverno’ provoca-me estes caprichos!

Panquecas para o lanche

9 Feb

Lanche fds

Finalmente, ousei fazê-las para o meu lanche de domingo! Umas panquecas simples, sem açúcar. Foi a minha primeira vez e correu muito bem. Depois recheei-as com doce de morango, feito por mim. Acompanhei com o meu chá favorito de gengibre e canela. A receita das panquecas andava cá por casa, anotada a lápis num caderninho, mas não é minha.

Panquecas

150 ml de leite (usei magro)

150 ml de farinha (peneiro-a cuidadosamente)

1 Ovo inteiro

1 Pitada de sal

Doce de morango

1 kg de morangos

900 gr de açúcar

Um pau de canela (eu gosto mais sem)

Limpo os morangos da parte verde, em seguida lavo-os e corto-os ao meio. Já na panela onde os vou cozinhar, junto-lhes o açúcar e deixo repousar durante 15 a 30 minutos até o fruto ter libertado um suco. Logo que a mistura adquira um aspeto de xarope, levo-a ao lume e deixo ferver. Nessa altura reduzo o lume e deixo cozinhar, verificando e mexendo o preparado de vez em quando até ele adquirir o ponto estrada (devemos conseguir desenhar uma estrada com a colher de madeira no fundo o recipiente). Como adoro o doce acabado de fazer, ‘ataco’ sempre o fundo do tacho.

%d bloggers like this: